SOBRE/ABOUT

Parte do sistema límbico, que regula emoções, o hipocampo é uma região pequena do cérebro que cuida do registro e decifração dos padrões perceptuais, formando e armazenando memórias. É o hipocampo que faz com que nossas experiências sejam acumuladas ao invés de simplesmente dissiparem-se. Também é responsável pela construção de mapas cognitivos, isto é, mapas construídos com base na percepção do indivíduo sobre seu lugar no ambiente: uma combinação de memória, emoção e estímulos sensoriais.

O HIPOCAMPO é em espaço de arte independente, multidisciplinar e virtual, que tem como proposta principal armazenar, acumular e difundir conteúdos, ou seja, dedica-se à construção de um acervo público digital e sua difusão através de mostras bianuais permanentes exibidas neste site. Estes conteúdos são diversos em seus temas, linguagens, suportes e contextos de realização, produzidos por um grupo de colaboradorxs, dentre artistas, escritorxs, curadorxs, historiadorxs, críticxs, gestorxs, designers, produtorxs, pesquisadorxs, educadorxs e jornalistas. A cada mostra, o acervo HIPOCAMPO, este arquivo vivo, é revisitado e reativado.

Fundado em 2016 por Maíra Endo, o HIPOCAMPO está focado em atrair para seu acervo, de forma contínua, conteúdos já produzidos por seus colaboradores – sobretudo no âmbito das artes visuais mas também de outras linguagens como cinema, dança, literatura, teatro, pesquisa, crítica e jornalismo cultural -, em especial aqueles que tiveram poucas oportunidades de serem exibidos/publicados ou que pouco circularam, seja pelo seu caráter experimental e/ou processual, pela temática abordada/envolvida ou por outros motivos.

O HIPOCAMPO nasceu logo após eu me desligar de um outro espaço de arte independente, o Ateliê Aberto, que funcionou em Campinas até o ano anterior. Parti de duas inquietações: a dificuldade dos artistas em fazer seus trabalhos não inéditos circularem e, consequentemente, chegarem a mais pessoas; e o quanto o poder sobre o arquivo, a memória e sua difusão está concentrado nas mãos de grandes instituições, em geral, públicas.

Hoje o acervo do HIPOCAMPO é formado por cerca de 380 peças, entre textos e vídeos em diversos formatos, áudios, desenhos, ilustrações, fotografias, livros de artista e publicações, de mais de 40 colaboradorxs de diferentes áreas artísticas, atuações e localidades dentro e fora do Brasil: Campinas, São Paulo, Taubaté, Ilhabela, Rio de Janeiro, São João del Rei, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Porto Alegre, Florianópolis, Salvador, Recife, Natal, Berlim/Alemanha, Argentina, Madrid/Espanha e Itália. O HIPOCAMPO é fruto da confiança de seus colaboradores, que generosamente cedem seus trabalhos ao acervo de forma gratuita, e de meu trabalho voluntário. 

Meu nome é Maíra Endo e eu sou propositora, gestora e editora-curadora do HIPOCAMPO. Bem vindxs!

#english

Part of the limbic system, that regulates emotions, the hippocampus is a small region of the brain that takes care of the record and decoding of perceptual patterns, forming and storing memories. It’s the hippocampus that makes our experiences to accumulate instead of simply dissipate. It’s also responsable for the construction of cognitive maps, namely maps constructed based on the perception of the individual about his place in the enviroment, a combination of memory, emotion and sensory stimuli.

HIPOCAMPO is an independent, multidisciplinary and virtual art space, which mission consists in store, accumulate and exhibit contents. In other words, it’s dedicated to the construction of a digital public collection and its diffusion throughout biannual permanent exhibitions at this website. These contents are diverse in its themes, languages, medias and realization contexts, produced by a group of collaborators, among artists, writers, curators, historians, critics, art managers, designers, producers, researchers, educators and journalists. At every exhibition, HIPOCAMPO collection, this live archive, is re-visited and re-activated.

Founded in 2016 by Maíra Endo, HIPOCAMPO is focused in continuously attract to its collection contents already produced by its collaborators – specially in the field of visual arts but also of other languages such as cinema, dance, literature, theater, research, critic and cultural journalism -, particularly those that had little opportunity to be exhibited, whether by its experimental and/or processual characteristics, by the topics addressed or by other reasons.

HIPOCAMPO was founded right after I left another independet art space, Ateliê Aberto, that operated in Campinas untill the previous year. I was modivated by a two concerns: the dificulty of making artworks move around and, consequently, reach more people; and how much the power over the archive, the memory and its diffusion is concentrated in the hands of big public institutions.

Today the HIPOCAMPO collection is composed by around 380 pieces, among texts and videos in several formats, audios, drawings, illustrations, photographies, artists books and publications from more than 40 collaborators from different artistic backgrounds, expertise areas and locations in Brasil and abroad: Campinas, São Paulo, Taubaté, Ilhabela, Rio de Janeiro, São João del Rei, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Porto Alegre, Florianópolis, Salvador, Recife, Natal, Berlin/Germany, Argentina, Madrid/Spain and Italy. HIPOCAMPO is the result of the confidence of its collaborators – that generously donate their works to the collection – and also of my volunteer work.

My name is Maíra Endo and I am HIPOCAMPO proposer, manager and editor-curator. Welcome!

//equipe [team]

Concepção, gestão e edição-curadoria [Conception, management and edition-curatorship]

Maíra Endo

Colaboradores [collaborators]

Alexandre Silveira

Ali do Espírito Santo

Alvaro Seixas

Ana Luisa Lima

Antonio Sobral

Beso

Bia Porto

biarritzzz

Bruno Mendonça

Cacá Toledo

Claudia Rodriguez Ponga Daniela

Daniela Brilhante

Dani Spadotto

Denilson Baniwa

Desali

Divino Sobral

Duane Bahia Benatti

Filipe Rossato

Geovanni Lima

Giovana Mastromauro

Henrique Lukas

Henrique Roscoe

Hifa Cybe

Irma Brown

Jeisiekê de Lundu

Jurandy Valença

Laboratório Cisco

Larissa Ibúmi Moreira

Lilian Maus

Lucas Bambozzi

Lucas Guedes

Lucila Vilela

Maíra Freitas

Marco Paulo Rolla

Mariela Cantú

Marina Mayumi

Marina Pinheiro

Natasha Marzliak

Paloma Klis(y)s

Paula Borghi

Paula Plim

Pedro Jamal Campanha

Ricardo Basbaum

Sofia Bauchwitz

Tiago Judas

Tiago Rivaldo

Waléria Américo

William Galdino

Organização do acervo e programação do website [Archive organization and website programming]

Maíra Endo

//periodicidade a partir de 2018 [frequency since 2018]

A publicação de mostras virtuais do acervo HIPOCAMPO neste website acontece a cada seis meses, em abril e outubro.

[The publication of virtual exhibitions from HIPOCAMPO archive happens every six months, in April and October.]

//política de acesso livre [free access policy]

O HIPOCAMPO considera o saber como um bem comum, resultado de um trabalho social e coletivo. Está de acordo com André Gorz* quando afirma que “quanto mais se difunde o saber, mais rica se torna uma sociedade. (…) Privatizá-lo quer dizer limitar sua acessibilidade, seu valor de uso social”. HIPOCAMPO oferece acesso livre e imediato aos conteúdos publicados neste website.

*Em entrevista publicada na Glob(AL) América Latina, número (1), outubro/novembro 2003. Para download, acesse https://issuu.com/globalbrasil/docs/global_01.

[HIPOCAMPO considers knowlogde a common good, resulted from a social and collective work. It is in accordance with André Gorz* when he states that “the more the knowlogde is disseminated, the richer our society become. (…) Privatize it means limitate its accessibility, its value of social use.” HIPOCAMPO offers free and immediate acess to the contents published at this website.

*In interview published at Glob(AL) América Latina, number (1), October/November 2003. For download, acess https://issuu.com/globalbrasil/docs/global_01]

//arquivamento [archiving]

As mostras/edições publicadas do HIPOCAMPO são arquivadas neste mesmo website, podendo ser acessadas através do menu principal.

[The exhibitions published at HIPOCAMPO are archived at this website. It can be reached through the main menu.]

//como assinar o HIPOCAMPO [how the subscribe to HIPOCAMPO]

Para assinar o HIPOCAMPO basta que o visitante inscreva seu e-mail em campo disponível na barra lateral desta mesma página.

[To subscribe HIPOCAMPO the visitor must insert its e-mail in the available field at the sidebar of this very page.]

//declaração de direito autoral [copyright]

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical. [HIPOCAMPO reserves the right to make, at the originals, normative, orthographic and grammatical alterations.]
  • A cada edição, as publicações serão revisadas pelos autores (colaboradores) antes do início da divulgação. [At every edition, the publications are revised by its authors (collaborators) before the divulgation starts.]
  • Ao disponibilizarem seus conteúdos para inserção no acervo HIPOCAMPO, os autores (colaboradores) autorizam sua publicação no website e em outras ações do HIPOCAMPO. [Once the authors provide their contents to HIPOCAMPO archive, they authorize its publication at the website and other HIPOCAMPO activities.]
  • As opiniões emitidas pelos autores dos conteúdos são de sua exclusiva responsabilidade. [The opinions expressed by the contents authors are their responsability.]

//editora responsável [responsible editor]

SOLar . projetos de arte [SOLar Art Projects]
Campinas, São Paulo, Brasil