AMANHECER – comprimidos e álcool (Morro de ti)

FICHA TÉCNICA
 
Tradução e direção (peça, poema e vídeo) | Cacá Toledo
Performance e produção de vídeo | Heloisa Cintra Castilho
Produção de áudio | Cyro Neto
Trilha Sonora | Noah’s Ark by Coco Rosie
Direção de Arte | Werner Schulz
Criação e realização | Cia Aberta de Teatro (2020)
*O vídeo-performance AMANHECER – comprimidos e álcool (Morro de ti), livremente inspirado na performance A cebola, de Marina Abramović, é parte da peça Morro de ti, do autor argentino Alejandro Genes Radawski, dirigida por Cacá Toledo e apresentada virtualmente/online em fins de 2020 dentro da programação do Festival Satyrianas, via Sympla. O poema falado, entitulado No es que muera de amor, muero de ti, parte do vídeo-performance, é de autoria do poeta mexicano Jaime Sabines.