Sessão HIPOCAMPO de videoarte na Fêmea Fábrica

No dia 30 de abril de 2022, às 18h, rolou a Sessão HIPOCAMPO de videoarte, com duração de 1 hora, na laje da Fêmea Fábrica, espaço de arte independente situado no centro de Campinas/SP. A sessão foi pensada para um público não especializado, trazendo uma seleção diversa e de fácil fruição. Dentre os artistas, estão Alexandre Silveira, que vive em Campinas, e Cáca Toledo, Marcelo Beso e Marina Mayumi, que estudaram e já viveram em Campinas. Ricardo Basbaum encerra a sessão com o vídeo É a questão, produzido em Campinas (na Unicamp), em 1991.

A ocupação da Fêmea Fábrica pelo HIPOCAMPO deu-se por conta do evento CLAI Aberto, que aconteceu nos dias 30.04 e 01.05, das 11h às 18h, com a participação de todos os 14 espaços e iniciativas membros do Circuito Livre de Arte Independente [CLAI] de Campinas. O CLAI existe desde março de 2020, fundado pelo HIPOCAMPO, junto à CASA de EVA e ao Instituto Pavão Cultural.

A Sessão HIPOCAMPO de videoarte foi originalmente transmitida em abril de 2021, no evento inaugural do CLAI que, por conta da pandemia, aconteceu exclusivamente online.

PROGRAMA da Sessão HIPOCAMPO de videoarte

Original Cópia (2014), de Irma Brown (Recife), em parceria com Maria Cardoso e Ana Lu.

Inconsciente Inconsistente (2014, criado coletivamente por Cacá Toledo, Felipe Antunes, Francisco Orlandi Neto, Guilherme Fogagnoli (Kid), Luiza Valdetaro e Paula Possani a partir da canção homônima de Felipe Antunes

Rosto de Álcool (2017), de Desali (Belo Horizonte)

Buraco Negro (2015), de Ali do Espírito Santo (Porto Alegre)

Autoterrorismo (2016), de Marcelo Beso (Campinas/Itália)

Confortável (1998), de Marco Paulo Rolla (Belo Horizonte)

I miss you (2017), de Hifacybe (São Luís do Paraitinga)

Ruídos Ruinosos (2010), de Alexandre Silveira (Campinas)

Inmortales (2015), de Marina Mayumi (São Paulo)

É a questão (1991), de Ricardo Basbaum (Rio de Janeiro)

Assista à Sessão HIPOCAMPO de videoarte!

Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress